Todos os artigos são redigidos segundo o português escrito em Portugal e não adoptam o novo Acordo Ortográfico.

Três mortos e 12 feridos em confrontos antes de jogo nas Honduras

Um ataque ao autocarro da equipa do Motagua ocorreu a cerca de 30 minutos do início previsto do jogo contra o Olimpia, por adeptos que atiraram pedras e garrafas de vidro. Entre os feridos estão três jogadores.

Três pessoas morreram e 12 ficaram feridas, entre elas três jogadores, durante um ataque ao autocarro da equipa de futebol do Motagua, que iria defrontar o Olimpia, em Tegucigalpa.

Os confrontos registaram-se cerca de 30 minutos antes do início do “clássico” hondurenho entre Olimpia e Motagua, da quinta jornada do Torneio de Aberura, que foi entretanto suspenso.

De acordo com socorristas da Cruz Vermelha das Honduras, as três pessoas morreram a caminho do hospital Escuela, para onde foram transportados nove dos 12 feridos.

O ataque ao autocarro do Motagua ocorreu a cerca de 30 minutos do início previsto do jogo, supostamente por adeptos do Olimpia, que atiraram pedras e garrafas de vidro, causando uma batalha campal fora e dentro do Estádio Nacional de Tegucigalpa.

Entre os feridos estão o defesa paraguaio Roberto Moreira, o guarda-redes argentino Jonathan Rougier e o defesa hondurenho Emilio Izaguirre, todos do Motagua, que, segundo fontes daquele clube hondurenho, foram transportados para uma clínica, onde estão a ser tratados.